Coloração

Cabelo verde: descubra como lidar e recuperar o loiro no salão!

Escrito por LM Gomes

Com a proximidade do verão, é comum que os salões de beleza recebam mulheres desesperadas porque ficaram com o cabelo verde devido à reação química do cloro da piscina, do sol e da água do mar.

É importante que o salão esteja preparado adequadamente para receber essas clientes, indicando-lhes formas eficazes de solucionar o problema. Também é imprescindível explicar que esse resultado não tem relação alguma com os procedimentos de descoloração praticados no estabelecimento.

Para que esse atendimento seja prestado com o máximo de eficiência possível, e para que as clientes saiam verdadeiramente satisfeitas do salão, descubra agora como lidar com essa situação e recuperar o loiro no salão:

Explique os motivos de o cabelo assumir a cor verde

Para que a cliente se sinta segura em relação ao salão e ao profissional que está realizando seu atendimento, é fundamental transmitir credibilidade e conhecimento das causas do cabelo verde durante o verão.

Portanto, o cabeleireiro precisa explicar que o cabelo fica verde em razão de uma reação química que ocorre entre o sulfato de cobre (uma substância de cor azul usada nas piscinas para combater algas), o cloro (presente nas piscinas), e a queratina do próprio cabelo.

Outra possível causa do efeito esverdeado nos fios é a ação do sol, que atua nos cabelos deixando-os oxidados e, consequentemente, mais porosos e ressecados.

Recupere o loiro no salão

Felizmente, na maioria das vezes o problema pode ser revertido no salão, que certamente é o local mais indicado para resolver a questão.

Não é aconselhável que a cliente busque soluções caseiras para sanar o problema, e essa informação pode e deve ser passada inclusive no ato do procedimento de tintura, ou de clareamento dos fios, para que a consumidora já saiba como agir caso ocorra essa situação.

No salão, o cabeleireiro dispõe de diversos recursos e técnicas para reverter o contratempo e recuperar a tonalidade loira, seja usando produtos que vão retirar os resíduos químicos fixados no cabelo, seja colorindo novamente as madeixas. O importante é que o profissional utilize as técnicas de coloração aprendidas e estudadas para esses casos, já que a colorimetria é uma área que possui muitos segredos e métodos peculiares.

Oriente a cliente em relação aos cuidados necessários

Uma vez revertida a situação, é imprescindível que a cliente seja orientada em relação aos cuidados que deve adotar para não ter que retornar ao salão diversas vezes em virtude da mesma circunstância.

Algumas dicas são valiosas para evitar o temido cabelo verde. Por exemplo: o uso de filtro solar específico para cabelos é bem interessante. Hoje já existem leave-ins com filtro solar, para carregar na bolsa e reaplicar a cada mergulho.

Outra ideia bacana é levar uma garrafa de água mineral, ou da torneira mesmo, para enxaguar os cabelos, depois do banho de piscina. Entrar na piscina com as madeixas molhadas de água potável também evita que os fios absorvam excessivamente a água da piscina.

Prender o cabelo com rabo de cavalo ou coque e usar chapéus para proteger do sol são medidas simples, porém bastante eficazes.

Além disso, hidratações mais profundas e frequentes durante o verão vão ajudar a garantir a saúde e beleza dos fios, apesar dos danos típicos da estação.

Agora que você já aprendeu como lidar com clientes com cabelo verde e como recuperar o loiro no salão, continue a leitura e aprenda como matizar o cabelo da clientela!

Sobre o autor

LM Gomes

O melhor espaço para cabeleireiros profissionais.

Deixar comentário.

Share This
Navegação