Cortes

A cliente arrependeu do corte de cabelo: e agora?

Escrito por LM Gomes

Apesar de ser uma situação constrangedora, fazer um corte de cabelo que desagrada à cliente é comum à maioria dos profissionais. Por inúmeros motivos, o resultado não é aquilo que a pessoa imaginava, e ela sai frustrada do seu salão — muitas vezes, para não voltar mais.

Não precisa se desesperar: nem sempre é preciso esperar que os cabelos cresçam novamente para dar um jeito. Por sorte, em muitos casos você mesmo pode ter a solução.

Trata-se de uma oportunidade que o profissional tem de reverter o ocorrido e ainda oferecer um novo tratamento a um custo mais em conta. Dessa forma, a cliente fica satisfeita e ainda continua recomendando seus serviços.

Para ajudar, preparamos este post com as principais situações e sugestões de como contorná-las.

Fez franja e não gostou do resultado?

Se a cliente não gostou do caimento, a opção mais interessante é oferecer uma escova e, se possível, deixar a franja para o lado. Para alinhar os fios, use a chapinha.

Se mesmo assim ela não ficar satisfeita, sugira usar acessórios e penteados simples, que possam disfarçar a franja curta. Além deles, grampos, fivelas, tiaras, faixas e presilhas podem ser usados para liberar o rosto.

Cortou muito curto e não gostou do caimento?

Se o problema visto pela cliente foi o comprimento, indique a ela um megahair. Melhor: ofereça o tratamento com desconto. Informe que existem diferentes técnicas, como permanente e aplique, que podem ser retirados e colocados na hora em que ela quiser. Afirme que existem diferentes tamanhos e cores que se assemelham ao tom dos fios.

Proponha novos penteados e acessórios conforme a personalidade e formato do rosto. Ofereça descontos também em outros tratamentos para o decorrer do crescimento dos cabelos — hidratação e nutrição capilar, por exemplo. Como mencionado, essa é uma oportunidade de aumentar a relação de confiança e a lucrar mais.

O corte de cabelo repicado ou em camadas não agradou a cliente?

Se o resultado não agradou quanto ao caimento ou proporcionou um efeito espigado, o ideal é escovar ou fazer chapinha. Mas antes será necessário “blindar” os fios com um protetor térmico, que evita que os fios fiquem danificados por conta do calor. O acabamento pode ser feito com óleo de argan (não aplique na raiz, somente no comprimento e pontas).

Como auxiliar suas clientes na escolha do corte ideal?

Prevenir é melhor do que remediar. A melhor forma de evitar resultados indesejados é quando a cliente escolhe o corte com a certeza do que quer. Por isso, o profissional precisa estar apto a ajudá-la na escolha. O ideal é pesquisar sobre o tipo de corte mais se adéqua aquele formato de rosto e com o estilo.

É importante saber que, conforme o modelo escolhido, o corte pode tanto acentuar quanto amenizar os traços da face. Daí a necessidade de conhecer os cortes mais interessantes para o rosto. Sem essa habilidade, o profissional não passará confiança nas recomendações. Mostre também modelos de corte de cabelo que podem ter o melhor caimento para a pessoa.

Gostou do que leu? Aproveite e assine nossa newsletter para ficar por dentro das tendências e novidades do mundo dos cabelos!

corte de cabelo lmgomes

Sobre o autor

LM Gomes

O melhor espaço para cabeleireiros profissionais.

Deixar comentário.

Share This
Navegação