Cortes

6 dicas para acertar no corte Long Bob

Escrito por LM Gomes

A cada nova temporada um estilo diferente de cabelo surge para reinar absoluto nos salões e, claro, fora deles. As celebridades nacionais e internacionais são as responsáveis por ditarem a moda e fazerem com que milhares de mulheres ao redor do mundo desejem o corte do momento.

Se o bom e tradicional Chanel, o corte em V e o repicado já foram os queridinhos e figuraram por anos na lista dos mais pedidos nos salões, nos dias de hoje quem vem roubando a cena e ganhando cada vez mais adeptas é o corte Long Bob. Saiba mais sobre ele a seguir!

3

Conheça o corte Long Bob: prático, moderno e democrático.

Por ter como característica o comprimento mediano — abaixo dos ombros e acima do busto —, sendo levemente mais comprido na frente, o Long Bob fica bem em mulheres de todas as idades e torna-se prático para o dia a dia.

Um corte médio é mais fácil para cuidar do que um cabelo muito comprido — paixão entre as brasileiras — ou um corte curto — que necessita de manutenção constante para não perder o formato e estilo.

Mas como tudo tem seus segredinhos, aqui vão 5 dicas básicas que todo cabeleireiro precisa seguir ao sugerir o Long Bob para suas clientes!

1. Analise a textura do fio.

Apesar de ser um corte que fica bem em todas as mulheres, antes de dar a primeira tesourada o profissional precisa analisar bem o tipo de fio da cliente. Uma boa análise indicará como o corte se “comportará” a partir do momento que a cliente for pra casa.

Às vezes é necessário adaptar e misturar técnicas para que o resultado final funcione bem. Por exemplo, cabelos mais finos podem ser mais desfiados na parte de traz para ganhar mais movimento e volume. Enquanto, os cabelos cheios e volumosos podem ser cortados em camadas para suavizar seu caimento e dar leveza ao rosto.

2

2. Lembre-se de que a beleza deste corte está no volume.

O corte Long Bob veio para trazer de volta a beleza dos fios e penteados volumosos, com ar despojado, moderno e natural. Por esse motivo a finalização é tão importante.

Poucas são as afortunadas que desfilam com madeixas com volume e ondas naturais, onde não é necessário o uso de finalizadores para: promover um volume ou reduzi-lo. Logo, é essencial orientar cada cliente sobre como conseguir o melhor resultado no dia a dia.

3. Indique os produtos certos para manutenção.

Chapinha, babyliss, difusor são os itens eletrônicos básicos. Mousse, pomada, spray e talco são os produtinhos mágicos e fundamentais para ajudar a modelar as madeixas. Por isso, indique o que melhor suprirá as necessidades de suas clientes.

O Long Bob fica bem despojado com fios amassados, elegante apenas com as pontas modeladas, moderno com o comprimento ondulado à la Gisele Bündchen.

1

4. Repique um pouco os fios, se necessário.

Repicar os fios para dar um complemento ao corte é uma das decisões mais certas que o cabeleireiro pode tomar. Ao repicar ou ao fazer um corte em camadas você consegue dar volume e movimento ao cabelo.

Cabelos grossos e cheios, por exemplo, ganham leveza. Já os mais finos ganham volume. Logo, repicar os fios dá a eles uma pegada moderna e jovial.

5. Cuide para que sua cliente não desista do Long Bob.

Um corte precisa de tempo para ficar perfeito. Esse tempo é necessário tanto para a pessoa se acostumar a ele, como para o cabelo se adaptar a nova forma.

Por isso, insista para que sua cliente persista por, pelo menos, duas ou três manutenções. Na terceira vez que ela retocar o corte, a estrutura do fio já estará crescida e se moldará ao formato usado.

Lembre-se que tal manutenção precisa ser feita a cada 3 ou 4 meses, isso garantirá a beleza do corte e a garantia de que o seu trabalho alcançou sucesso e satisfação da cliente.

6. Procure formas diferentes de inovar e variar.

Diferente de muitos outros estilos de corte, esse possibilita inúmeras maneiras diferentes de transformar o visual. Com ele você vai do penteado arrumadinho ao irreverente quando quiser. Veja algumas ideias de como inovar seu Long Bob.

– Rabo de cavalo

Como esse corte, em geral, costuma ser repicado, os rabos de cavalo alto acabam deixando que os fios escapem do elástico. Por isso, o ideal e requintado é fazer a versão do penteado mais baixa

 

– Cabelo para o lado

Outra opção para incrementar o visual é jogar os cabelos para o lado e fixar o lado de menor volume com um grampo, ou então finalizar com um rabo ou trança. 

– Coque

Para trás ou para o lado, este é um tipo de penteado que pode ser simples ou cheio de detalhes, como tranças laterais ou mexas soltas. E, assim como o rabo de cavalo, o coque fica melhor quando mais baixo.

 

– Semipreso

Prender apenas uma parte dos fios deixa o visual mais jovem e descolado. Esse estilo possibilita muitas variações, como um rabo ou coque em cima e solto em baixo, ou ainda um coque pequeno e várias mexas soltas.

Para que você conheça o passo a passo desse corte, assista o vídeo abaixo:

Fonte: Academia Cadiveu.

Gostou das nossas dicas para acertar no corte Long Bob? Tem mais alguma dúvida ou quer compartilhar sua experiência envolvendo esse corte? Deixe o seu comentário!

 

Sobre o autor

LM Gomes

O melhor espaço para cabeleireiros profissionais.

2 comentários

  • Não sou cabeleireira. Acho lindo cabelos curtos, tenho muita vontade de fazer este tipo de corte, mas tenho muito cabelo e o fio do meu cabelo é grosso. Queria uma orientação profissional, pois meu rosto é pequeno e fino. Tenho medo do meu cabelo encher e o meu rosto sumir.

Deixar comentário.

Share This
Navegação